faustofoto

Embora de nacionalidade espanhola, Fausto Marsol nasceu no Porto, tendo repartido o início da sua vida entre os dois países; é, assim, bilingue sentindo-se, como gosta de referir, Ibérico.

Psicólogo clínico (ISPA), com formação em Grupoanálise, iniciou a sua actividade profissional na RTP, trabalhando depois, sucessivamente, na Xerox e na Renault Portuguesa, até criar a sua própria empresa, O&D, Consultora que dirigiu até à sua desactivação, em 2002. Após isso, iniciou uma carreira como Autor e Consultor em Desenvolvimento Organizacional e Pessoal (Coach).

Enquanto Consultor teve oportunidade de colaborar com um vasto conjunto de organizações, entre as quais se destacam, pela sua relevância: ALD Automotive, ANA, Aon, Atantic Cargo, BP, ESAB, Eurest, GlaxoSmithKline, Grupo Evicar (DAF e outros), IEFP, Mitsubishi Motors de Portugal, Nestlé, Novartis, Novis, Opel, Optimus, Peugeot Portugal, P. Telecom, Renault Portuguesa, Sanofi, Siemens, SIVA, Sofinloc, Somincor, Sorel (Grupo de Concessões Automóvel) e TMN.

Na escrita, a sua estreia deu-se em 2001, com ai, adeus!, romance agora reeditado, sobre o qual Fernando Venâncio, escritor e crítico literário, disse: “Para quem lê, fica a certeza de ver ali abarcada a genérica da alma humana, pelo menos da portuguesa. (...) ai, adeus! transforma-se no espelho, no repositório, dos gostos dos Portugueses em inícios deste século.”

Em 2004/2005, inspirado em Nicolau Maquiavel, escreve Maquiavel para Gestores Contemporâneos – Como Tornar-se Príncipe da Gestão (fora do mercado), que é uma aprofundada reflexão sobre Managememt e sobre o papel que cabe às empresas neste nosso mundo actual, não só enquanto motores do desenvolvimento económico, mas também no que ao desenvolvimento humano concerne – função, com frequência, menos lembrada, quando não mesmo esquecida.

“Chamasse-se ele Jack ou Michael e atirar-se-iam aos seus pés, chamando-lhes de gurus. Mas se se chamam Fausto e escrevem arrojadamente sobre um clássico da literatura de liderança e com base na sua experiência organizacional, o português tem uma certa tendência para o descartar. Fazem mal, porém, os que assim reagem perante o livro escrito por Fausto Marsol, intitulado ´Maquiavel para Gestores Contemporâneos`. (…) Vão ver que, ao contrário de muito do que lêem escrito por tantos desses gurus da moda, não darão o tempo por perdido e ainda são desafiados a ler ou reler o original de Maquiavel.”Extracto do Artigo do Prof. Catedrático João Duque, Presidente do Inst. Sup. de Economia e Gestão, sobre a obra, publicado no D. Económico de 24/9/09.

Maquiavel para Gestores Contemporâneos, está também publicado em Espanha (Março de 2010).

São ainda de sua autoria seminários como A Arte de Bem Gerir © (2006) e A Emoção das Competências – Up with you! © (2013)

Em Setembro 2013 saiu Caril e Outras Receitas Amorosas, uma colectânea de contos gastronómicos que é simultaneamente o primeiro título editado pelo autor e sobre o qual pode ver informações neste site, em Obras Publicadas. Sendo a cozinha um dos seus hobbies, Fausto Marsol juntou, neste livro, literatura e gastronomia.

A arte fotográfia é outras das paixões do autor, pelo que poderão ser de esperar iniciativas a este nível - seja de fotografias em si ou em fusão com textos, como o ilustram alguns exemplos que podem desde já ser vistos neste site em Outros Escritos e Obras.